Entre um voo e outro com Willians Mischur: Na cidade mais populosa do México e América do Norte.

Ahhh Méxicooo! Considerada uma das maiores cidades do mundo e com muito à oferecer, posso dizer com toda certeza que será uma viagem literalmente atípica, histórica e cheia de detalhes. A primeira dica é: comece sua viagem ainda em casa, com muitas pesquisas e buscas sobre o local, pois são muitos pontos turísticos para se conhecer, tornando uma verdadeira aventura! E já adianto que não é exatamente o melhor lugar do mundo para quem procura sossego e tranquilidade.

Cidade do México – Créditos: Willians Paulo Mischur.

Conhecer México significa conhecer mais sobre a cultura asteca, visitar museus incríveis, curtir tudo da Frida Kahlo, experimentar uma gastronomia exótica, gastar muita calorias subindo pirâmides, entender as tradições mexicanas, se encantar com as danças, Mariachis, além de curtir muita atração típica e balada noturna, incrível não?

Cidade do México – Créditos: Willians Paulo Mischur.
Cidade do México – Créditos: Willians Paulo Mischur.

Outra dica legal é que muitas pessoas acham que não vale a pena alugar um carro na Cidade do México,
mas tudo depende de como será a sua viagem. Se for ficar no hotel todos os dias, realmente não vale. Mas
se for fazer os passeios, querer ir aos shoppings e pontos turísticos, eles são todos um pouco afastados e o
carro é ótimo para se deslocar. Mesmo na zona hoteleira que tem tudo por lá, a distância entre os pontos é
grande, e sem o carro você precisa pegar táxi ou o ônibus público.

Registro do mapa artístico do Centro histórico de México por: Willians Paulo Mischur
Imagem aérea da Cidade do México por: Willians Paulo Mischur

A Cidade do México é a capital conhecida por alguns pontos centrais, entre eles está o Templo Mayor a Catedral Metropolitana de México, Palácio Nacional, que abriga murais históricos de Diego Rivera, todos estes estão situados dentro da Praça da Constituição ou em seus arredores, essa é a grande praça principal onde tudo gira em torno dela.
Além disso a Cidade do México é a capital grandemente povoada, cerca de 8 milhões de habitantes, é a cidade mais populosa do México e da América do Norte. Fundada por volta do século XIV chamava Tenochtitlán, que acabou por ser completamente destruída pelos colonos espanhóis em 1524, tendo sido reconstruída nas décadas seguintes seguindo os padrões de colonização de exploração implementados pelo Império Espanhol. Ainda no século XVI, a cidade, já quase totalmente reconstruída, recebendo o nome de México.
Durante os dois séculos seguintes, se estabeleceu como um importante núcleo político-administrativo do Império espanhol, servindo como principal centro financeiro e urbano, figurando como a maior aglomeração urbana da colônia mexicana (atual república mexicana) desde então. Depois de concretizada a independência mexicana, foi adotada como capital da República Mexicana, tendo sido dado o nome de Distrito Federal em 1824. Em 2016 a cidade passa a se chamar oficialmente Cidade do México.

Imagem aérea da Cidade do México, observe o quão populosa e grande é!
Registro fotográfico por: Willians Paulo Mischur.
Registro do cotidiano da Cidade do México, arquitetura antiga, várias pessoas circulando nas calçadas largas.
Fotografia por: Willians Paulo Mischur.

O principal ponto turístico é o Palácio de Bellas Artes que está entre os mais exuberantes edifícios locais.
Construído em meio às celebrações do centenário da Independência do México, o Palácio é lugar para ser admirado tanto por fora pela lindíssima fachada e jardins quanto por dentro, onde escadarias emolduram
os painéis que decoram os corredores. O museu, fundado em 1934 e antes chamado de Palácio de Artes
Plásticas, foi o primeiro espaço dedicado à arte em todo o México.

Palácio de Bellas Artes, fotografia por Willians Paulo Mischur.
Palácio de Bellas Artes, fotografia por Willians Paulo Mischur
Lateral do Palácio de Bellas Artes, fotografia por Willians Paulo Mischur.

Outra dica de passeio cultural é a Praça de Constituição que é a principal praça da Cidade do México, informalmente conhecida como “el Zócalo” (em português somente como Zócalo). É a quarta maior praça do mundo e o centro da identidade nacional do México, ficando somente atrás, em dimensão, da Praça Tiananmen em Pequim (China), a Macropraça de Monterrey (México) e a Praça Vermelha em Moscou (Rússia). A praça está localizada no centro do Centro Histórico da cidade, localização esta que foi escolhida pelos conquistadores por ser antigamente o centro político e religioso de Tenochtitlan, capital do império Asteca. Rodeada pela Catedral Metropolitana da Cidade do México (ao norte), o Palácio Nacional do México (ao este), sede do Poder Executivo Federal, e o edifício do Governo do
Distrito Federal (ao sul), sede do Poder Executivo local. Adicionalmente, a praça está rodeada por edifícios comerciais, administrativos e hotéis. Na esquina noroeste da praça se encontra o Museu do Templo Maior. Em torno da praça também se encontra a estação Zócalo da Linha 2 do Metrô da Cidade do México.

Na imagem acima registro da Praça de Constituição. Créditos Willians Paulo Mischur.

Na imagem abaixo você observará ai fundo a Torre Latinoamericana. O prédio já foi considerado um dos mais
altos do mundo, mas hoje perdeu posições até mesmo dentro do México. Ainda assim, o local reserva um belo
passeio em meio ao Centro Histórico. A sala de observação tem janelas que completam 360° e a visita pode ser
feita tanto durante o dia quanto ao anoitecer. O pôr do sol é particularmente belo. Além do mirante, um pequeno museu conta a história do prédio e da arquitetura da cidade. O ingresso permite subir várias vezes no mesmo
dia. Olhando pessoalmente é muito mais incrível e encantador, do alto da torre é possível avistar alguns dos
principais pontos interessante da cidade, com destaque para o Zócalo e para o Palácio de Bellas Artes, que por
sinal fica ao lado da torre, ou melhor dizendo, fica bem embaixo, uma bela vista magnífica!

Ao fundo a Torre Latino, o edifício mais emblemático da Cidade do México. registro fotográfico por – Willians Paulo Mischur.
Registro do Palácio de Bellas Artes. Por Willians Paulo Mischur.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *